Diversidade religiosa e o respeito

Diversidade religiosa e o respeito

A maioria de nós acredita em Deus e dentro desta maioria existem as preferências religiosas pessoais, seja a partir da família ou amigos, seja por uma escolha independe ou por qualquer outro motivo.

Visando dar uma ideia da diversidade deste universo segue uma relação com parte das religiões que temos pelo mundo: Catolicismo, Ortodoxia, Protestantismo, Anglicanismo, Nestorianismo, Restauracionismo, Judaísmo Humanístico, Judaísmo Ortodoxo, Judaísmo Messiânico, Judaísmo Reconstrucionista, Samaritanos, Judaísmo Chassídico, Mashichismo, Judaísmo Reformista, Judaísmo Conservador, Sunismo, Xiismo, Carijismo, Sufismo, Ibadismo, Fundamentalismo Islâmico, Atonismo, Ayyavazhi, Espiritismo, Fé Bahá’í, Zoroastrismo, Sikhismo, Seicho-no-ie, Mitraísmo, Religião Tradicional Chinesa, Igreja Messiânica Mundial, Cientologia, Tenrikyo, Cheondoísmo, Tradicionais Africanas, Afro-americanas, Afro-caribenhas, Santería, Vodu, Afro-brasileiras, Batuque, Candomblé, Tambor de Mina, Xangô do Nordeste, Umbanda, Quimbanda, Helenismo, Wicca, Xamanismo, Odinismo, Religio Romana, Druidismo, Kemetismo, Ásatrú, Hinduísmo, Vixnuísmo, Xivaismo, Shaktismo, Vedanta, Brahma Kumaris, Satanismo, Luciferianismo, Ocultismo, Xintoísmo, Ayyavazhi, Vajrayana, Teravada, Mahayana, Budismo Tibetano, Zen, Hinaiana, Reiyukai, Honmon Butsuryu-Shu, Nitiren, Terra Pura, Taoísmo, Confucionismo, Jainismo, Conscienciologia e Nova Era.

Friso que na relação acima não estão todas, mas imagino que essa lista lhe dê uma noção muito boa e abrangente da diversidade religiosa que temos no mundo.

Agora que o caro leitor tem pelo menos noção da quantidade de religiões disponíveis no mundo faço a importante pergunta:

Só a sua religião é a correta e boa?

Você está nela por um ou vários motivos, dificilmente está lá aleatoriamente e estes motivos passam por fatores de crença, influência familiar e de amigos, bem estar no local onde a pratica, afinidade com pessoas com a mesma escolha entre muitos outros e aqui temos os fatores para responder a pergunta anterior.

Você está nesta religião porque a considera melhor dentro dos seus parâmetros, esta escolha é muito válida, mas não pode afirmar isso de maneira mais ampla e geral, pois os fatores estão ligados diretamente a sua vivência, a sua experiência e conhecimento. Claro que isso não diminui sua escolha, ela está de acordo com o que faz bem a você e este é um fator muito importante na escolha.

A pergunta seguinte que você pode fazer é: Mas todas essas religiões são boas?

Eu diria a você que a grandíssima maioria é sim, generalizações nunca são uma opção inteligente. Se elas acreditam em um ou mais Seres Supremos bons, sábios e justos, também conhecidos por Deus ou Deuses, se elas falam de conduta reta, se elas falam de você ser uma pessoa melhor e praticar boas ações, se elas falam de justiça, se elas falam de saber lidar com dificuldades e de ter a ajuda Divina, isso só para citar algumas das coisas, eu lhe faço outra pergunta: Alguma destas coisas é ruim?

Desenhado este cenário faço ainda outras perguntas:

Sua religião ensina a ser desrespeitoso? Sua religião ensina a depredar as coisas? Sua religião ensina agressão aos demais?

Pense só na quantidade de perguntas que posso fazer nesta linha de conduta reta e que alguns “religiosos” contradizem justamente em nome da religião. Incoerente ter essa postura? Sim, realmente são incoerentes com ensinamentos religiosos.

Note que nenhuma religião realmente séria dá o seu aval para você praticar esse tipo de coisa, mas com certeza maus lideres religiosos fazem isso usando a religião para se justificar.

 Pratique efetivamente o amor, a fé, a tolerância, o autodesenvolvimento entre tantas outras valorosas lições religiosas e saiba respeitar as opções de cada um, se tornando realmente alinhado com os valorosos ensinamentos da sua religião.

Paz e Luz

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *