O que é ser pai, caso Natura e Thammy

O que é ser pai, caso Natura e Thammy

Um pouco antes do dia dos pais temos na internet a polêmica envolvendo Natura e Thammy sobre o que é a definição correta dessa figura e quem pode representa-la.

Antes de entrar na questão ser pai propriamente dito temos que reconhecer que a Natura atingiu o objetivo com seu comercial que é ser lembrada e falada, e convenhamos que isso está acontecendo bastante, dando muita notoriedade a empresa.

Olhando um dos prismas podemos usar a definição puramente biológica, em que precisamos de um indivíduo do sexo masculino, o tão citado cromossomo Y que define biologicamente o sexo masculino, e muitos se apoiam nessa definição para criticar a campanha publicitária da Natura.

A questão é se essas pessoas tem razão em sua crítica, e se olharmos por esse prisma, não é possível gerar uma criança sem essa condição e consequentemente não temos um nascimento para termos um pai, ou seja, sob esse prisma elas têm razão, mas ainda fica a pergunta:

Ser pai se resume a questão biológica? O que define um pai é apenas gerar uma criança?

Quantos ditos pais biológicos abandonam seus filhos, e se pergunte se eles podem ser chamados de pai ou para isso precisa de mais? Voltamos ao ponto, se for puramente biológico podemos dizer que sim, mas pai é apenas isso?

Temos o famoso dito popular que diz que pai é quem cria ou variações nesse sentido, mas alem dos ditos populares qual é o papel de pai?

O pai ajuda ou custeia as necessidades dos filhos, claro que dentro das condições de cada um, mas mais que isso, pai ama seus filhos, pai está presente, pai educa, pai dá exemplo, pai orienta, pai repreende quando necessário, pai ajuda nos deveres, pai incentiva, entre outras coisas, e posso listar aqui uma série de responsabilidades que envolvem ser pai, ou seja, pai é muito mais que fornecer o material genético e o tal cromossomo.

Olhando para esse espectro voltamos a perguntar, Thammy cumpre ou se enquadra no papel de pai?

Quando olhamos para todas essas características o que parece é que Thammy se enquadra na maioria destes quesitos e com isso pode ser mais pai que muito pai biológico que temos por ai.

Alem destes pontos, um outro olhar se faz necessário, as pessoas que criticam sem olhar carinho, afeto, cuidado, presença, entre outras coisas, apenas ignora esses pontos ou está se deixando levar por algum tipo de preconceito?

Não pretendo aqui condenar ou criticar a opinião das pessoas, mas dar argumentos e questionar as posturas para que possamos avaliar posições e se necessário alterar como nos posicionamos.

Paz e Luz

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *